AngolaEconomiaPaísesPolíticaPortugal

CMVM vai investigar a proveniência do dinheiro de Álvaro Sobrinho e os seus investimentos no Sporting

(Imagem: Reprodução PT News)

 

O verniz estalou de vez. A Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) garantiu num memo-resposta que tinha como destinatário a Assembleia da República Portuguesa, que estaria a investigar a origem dos fundos investidos por Álvaro Sobrinho em empresas cotadas em bolsa em Portugal, bem como a possível ligação entre esse dinheiro e o desaparecido do Banco Espírito Santo (BES) e do Banco Espírito Santo Angola (BES Angola).

Um dos investimentos do empresário angolano que está na mira das autoridades – incluindo o Bando de Portugal (BdP) – são os que este fez no Sporting Clube de Portugal, que trouxeram uma liquidez invejável ao clube português, e permitiram, entre outras coisas, ter condições financeiras para contratar o atual treinador da equipa leonina, o bicampeão pelo rival Sport Lisboa e Benfica, Jorge Jesus.

Esta comunicação da CMVM vem numa altura particularmente delicada para Álvaro Sobrinho, que está a ser investigado pelo Departamento Central de Investigação Penal por suspeita de branqueamento de capitais no valor de 80 milhões de euros enquanto Presidente Executivo do BES Angola.

No âmbito da investigação penal de que é alvo, Álvaro Sobrinho já teve seis imóveis de luxo arrestados pelo Ministério Público português.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.