CulturaPortugal

Poesia de Fernando Pessoa inspira filme de abertura do FESTin

Leya

 

A 7ª edição do Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (FESTin) vai decorrer entre 4 e 11 de maio no seu espaço tradicional, o cinema São Jorge, em Lisboa. Em 2016, ao contrário dos outros anos, não haverá um país homenageado mas uma homenagem a todos os membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

 

PASSATEMPO: ganhe bilhetes para a abertura do FESTin!

 

Para além da exibição de obras de oito países (Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Timor-Leste) e uma sessão de leituras com contos tradicionais que incluem a Guiné Equatorial, está programada uma visita de cunho didático para crianças à sede da instituição.

 

Ao todo, serão exibidos 74 filmes, entre longas, curtas e documentários. A competição de longas-metragens de ficção traz onze filmes, a de documentários seis e a de curtas vinte. Para além destas, seguem outras secções tradicionais, como a Mostra de Cinema Brasileiro, a Mostra de Inclusão Social, o FESTin +, a Festinha e, para reforçar o aspeto experimental do festival, a nova rubrica FESTin Arte.

 

Se o fator principal que liga estes países é a língua, o filme de abertura, “Cartas de Amor São Ridículas”, conta uma história de cinco noivas à espera de casamento cujos encontros e desencontros são marcados pela poesia de Fernando Pessoa – que inspira o título com um dos seus mais famosos poemas.

 

Assista ao trailer:

 

Trailler Cartas de Amor from Alvarina on Vimeo.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.