CulturaGuiné-BissauPaíses

Cultura “em vias de extinção” dos Bijagós é retratada em série de documentários

(Imagem: Divulgação LX Filmes)

O modo de vida “em vias de extinção” dos Bijagós, o povo do arquipélago de 88 ilhas e ilhéus da Guiné-Bissau, está retratado numa série de quatro documentários que estrearam esta semana na capital guineense.

No Reino Secreto dos Bijagós: Escultores de Espíritos“, é uma série de quatro documentários, produzidos e realizados por Luís Correia e Noémie Mendelle, com a colaboração do realizador guineense, Sana Na N’Hada.

Os Bijagós “têm uma forma de olhar a natureza pouco comum, em que há consciência de que tudo está interligado e o homem não está acima do resto. (…) Por isso é tão complicado cortar uma árvore: eles sabem que isso tem consequências“, afirmou Luís Correia em entrevista à agência Lusa, ao explicar a abordagem ao tema.

Um modo de viver que está, segundo o realizador, em vias de extinção, pois “aquilo a que se chama desenvolvimento está a fazer com que os jovens estejam a abandonar as tradições“, como refere a sinopse da película:

“Entre os bijagós permanece uma visão do mundo em que homens, natureza e espíritos formam um sistema coeso onde tudo está interligado. É através da escultura que melhor se expressa essa intrincada relação, presente nos atos mais simples do cotidiano e em todas as decisões da comunidade. Charte Banca, famoso escultor de irãs (espíritos), preocupado com as transformações do mundo que ameaçam o futuro das tradições bijagós, ensina o seu filho, na esperança de que ele o possa suceder. Guiados pela voz dos seus personagens, neste documentário iremos descobrir mulheres que encarnam espíritos e homens que os esculpem e representam”.

Este primeiro documentário (que estreou em setembro de 2014, em Lisboa) é dedicado ao lado espiritual, à relação mágica com a natureza. O segundo documentário será dedicado à relação dos Bijagós com as plantas e o mundo vegetal, o terceiro documentário vai retratar a influência da modernidade, enquanto o último estará centrado na conservação da natureza e biodiversidade.

Assista ao trailer:

Escultores de Espiritos trailer from Lx Filmes on Vimeo.

A série é uma coprodução da LX Filmes e do programa Próximo Futuro, da Fundação Calouste Gulbenkian, e tem ganhado diversos apoios e parceiros à medida que tem sido divulgado.

Em Lisboa, o filme será exibido no próximo sábado, 25 de abril, às 19h no Largo do Intendente, como parte integrante da programação do AfrikPlay no Largo.

O arquipélago dos Bijagós está classificado pela UNESCO como Reserva da Biosfera – onde se procura conciliar a biodiversidade rica com desenvolvimento sustentável.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.