BrasilCultura

Dois filmes brasileiros premiados em festivais nos Estados Unidos e Suécia

A última semana foi de boas notícias para dois filmes brasileiros que participaram de festivais de cinema nos Estados Unidos e Suécia.

 

O longa “O Menino e o Mundo”, de Alê Abreu, é a grande promessa brasileira no Oscar deste ano, na categoria melhor animação. O filme foi escolhido como melhor trabalho independente do Annie Awards, que é uma das premiações mais importantes do gênero. A entrega dos prêmios aconteceu no sábado (6 de fevereiro), no teatro Royce Hall, em Los Angeles.

 

 

A animação brasileira narra as aventuras de um menino que vive em uma cidade isolada e que um dia se lança em uma missão para encontrar seu pai. Usando a fantasia e a inocência, o filme aborda os problemas que afetam a Terra hoje, como a globalização, a crise econômica e a perda de valores.

 

Já o filme “Que Horas Ela Volta?”, da diretora Anna Muylaert, ganhou o prêmio do público de melhor longa-metragem no Festival de Cinema de Gotemburgo, na Suécia, o maior da Escandinávia. A cerimônia do Dragon Awards, como é chamada a premiação do festival, aconteceu no sábado (6 de fevereiro) no histórico Stora Teatern (Grande Teatro).

 

 

O longa é protagonizado por Regina Casé, que interpreta a empregada Val, que deixa sua filha aos cuidados de parentes em Pernambuco para trabalhar na casa de uma família de classe alta em São Paulo. A ação do filme começa quando Jéssica, sua filha adolescente vai para São Paulo prestar vestibular. Sua personalidade forte mexe na hierarquia social da família e consequentemente questiona a rigidez dos papéis sociais vigentes.

 

 

Leya

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.