PolíticaPortugalSociedade

Faleceu esta madrugada a “Eterna primeira-dama”

(Imagem: Reprodução noticiasaominuto)

 

Maria Barroso faleceu na madrugada de hoje às 5 horas e 20 minutos no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internada em coma irreversível, na sequência de uma queda em casa, no passado dia 25 de junho.

Casada com Mário Soares desde 1949, de quem tem dois filhos, Maria de Jesus Simões Barroso Soares foi atriz e uma das fundadoras do Partido Socialista, em Badem Munstereifel, na Alemanha, em 1973.

Diplomou-se em Arte Dramática, na escola de Teatro do Conservatório Nacional, e licenciou-se depois em Ciências Histórico-Filosóficas, na Faculdade de Letras de Lisboa, onde conheceu Mário Soares.

Apesar de acompanhar sempre o seu marido, a ex-primeira-dama não ficou conhecida apenas por isso.

Um dos seus últimos cargos públicos foi a presidência da Cruz Vermelha Portuguesa, tendo também dirigido a associação de direitos humanos Pro Dignitate, a qual ajudou a fundar.

Foi distinguida com o título de Doutora Honoris Causa pelo Lesley University (23 de maio de 1994), pela Universidade de Aveiro (16 de dezembro de 1996) e pela Universidade de Lisboa (3 de novembro de 1999). Foi Professora Honorária da Sociedade de Estudos Internacionais de Madrid. Recebeu também a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade a 7 de março de 1997.

O seu velório decorrerá a partir das 18 horas de hoje no Colégio Moderno, instalação fundada pelo seu sogro, que chegou a dirigir. O funeral será amanhã no Cemitério dos Prazeres, em Lisboa, após uma missa de corpo presente na Igreja do Campo Grande, pelas 10 horas.

Será para sempre lembrada como a “Eterna primeira-dama”.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.