AngolaCabo VerdeGuiné-BissauPaísesPolíticaSão Tomé e Príncipe

Foi cancelada a Cimeira de Chefes de Estado africanos contra o terrorismo

(Imagem: Reprodução Impala)

 

Deveria ter acontecido esta semana, em Malabo, capital da Guiné Equatorial, uma cimeira de Chefes de Estado africanos para debater questões relacionadas com o terrorismo e, sobretudo, procurar soluções conjuntas para lidar com o problema, mas foi cancelada.

Os motivos que levaram ao cancelamento do encontro são desconhecidos, e ainda não está prevista nova data para a sua realização.

A reunião de Malabo era vista como a continuação da conferência extraordinária de Chefes de Estado da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC), que teve lugar em fevereiro deste ano em Yaoundé, capital dos Camarões, alargada aos líderes dos países mais ocidentais do continente, membros da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

À excepção de Moçambique, todos os países africanos de língua portuguesa marcariam presença na Cimeira. Angola, a Guiné Equatorial e São Tomé e Príncipe enquanto membros da CEEAC, Cabo Verde e a Guiné-Bissau enquanto membros da CEDEAO.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.