MundoPaíses

Hoje o seu dia terá um segundo a mais de duração. Entenda o porquê

(Imagem: Reprodução creationsciencenews)

O dia 30 de junho terá um segundo a mais que os habituais 86.400 segundos.

Segundo a Agência Espacial Americana (NASA), o movimento giratório que a Terra realiza sobre si mesma está mais lento, o que gera uma desigualdade entre o tempo real e o Tempo Universal Coordenado (UTC) – o mais preciso do mundo, contabilizado por um relógio atómico.

O relógio atómico conta o tempo através de transições eletromagnéticas em átomos de césio, o que faz dele o relógio mais confiável do mundo. Determina com exatidão a duração dos segundos, minutos, horas e dias. É por este aparelho que todo o mundo orienta o seu fuso horário.

Os movimentos do manto da Terra e dos oceanos, as estações do ano e as variações climáticas são fatores que influenciam a rotação do planeta, podendo diminuir a velocidade do movimento e consequentemente, aumentar a duração dos dias até um milésimo de segundo.

A acumulação destes milésimos de segundos pode, mais tarde, gerar uma descoordenação entre o tempo de rotação da Terra e o tempo medido pelo UTC. O Sistema de Referência e Rotação da Terra tem como dever coordenar ambos os tempos e este um segundo adicionado ao nosso dia é fruto dessa concertação.

Segundo a Agência Brasil, o primeiro ajuste no UTC ocorreu em 1972 e desde então, 26 segundos foram acrescentados.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.