PaísesPortugal

Luís Figo apresenta-se como candidato à presidência da FIFA

(Imagem: Reprodução Publico)

 

O português Luís Figo, ex-craque do Sporting, Barcelona, Real Madrid e Inter de Milão, considerado o melhor jogador do mundo em 2001, vai candidatar-se ao cargo de Presidente da FIFA, já nas próximas eleições, agendadas para dia 29 de Maio.

 

O antigo internacional português anunciou o seu desejo numa entrevista dada à estação televisiva americana CNN, na qual se mostrou determinado a mudar por dentro a instituição máxima do futebol mundial, que, na sua opinião, carece de ser credibilizada e deixar de estar permanentemente associada a escândalos.

Com 42 anos de idade, uma carreira recheada de sucessos, um casamento bem sucedido com a modelo sueca Helen Svedin e pai de três filhas, o sucesso parece estar nos genes do astro lusitano, que, quando confrontado com a invencibilidade de Sepp Blatter, desde que se candidatou ao cargo pela primeira vez em 1998, respondeu não acreditar em invencíveis e demonstrou-o com a sua própria experiência no mundo do futebol, “Como tantas vezes acontece no futebol: podes jogar contra a equipa mais forte ou contra a equipa mais fraca, mas nunca podes saber quem vai ganhar”.

Figo revelou ainda que a vontade de devolver ao Futebol, tudo o que este lhe deu na vida, era a sua motivação, garantindo que não estava a ser pago por ninguém, e que não auferiria qualquer remuneração enquanto decorresse o período de campanha.

twit

 Posteriormente, num vídeo editado e publicado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), o ex-atleta apresentou a sua candidatura oficialmente.

 

No penúltimo dia em que são permitidas inscrições, Luís Figo torna-se assim o sexto candidato ao prestigiado cargo, depois dos anúncios anteriores do príncipe Ali bin Al Hussein, da Jordânia, do diplomata e consultor francês Jerôme Champagne, do antigo futebolista francês David Ginola, do presidente da federação holandesa, Van Praag e claro, do atual detentor do cargo, o suíço Sepp Blatter. Apesar de até agora apenas a Federação Portuguesa de Futebol ter declarado o seu apoio à candidatura, Figo parece piscar o olho a todas as federações lusófonas, bem como às de países de língua oficial espanhola, como aliás demonstra o seu Twitter, onde tem o cuidado de repetir todas as suas mensagens em ambas as línguas, para além do já “obrigatório” inglês.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.