BrasilEducaçãoPolíticaPortugal

Lula da Silva culpa os portugueses pelos problemas da Educação no Brasil

Lula da Silva, o anterior Presidente do Brasil, culpou os portugueses, antigos colonos do país, pelos atrasos a educação brasileira, numa conferência de imprensa que deu em Madrid, organizada pelo periódico El Pais.

 

“Eu sei que isto não agrada aos portugueses, mas Cristóvão Colombo chegou a Santo Domingo [atual República Dominicana] em 1492 e em 1507 já ali tinha sido criada a Universidade. No Peru em 1550, na Bolívia em 1624. No Brasil a primeira universidade surgiu apenas em 1922” disse durante a sua palestra, referindo-se à Universidade do Rio Janeiro.

 

No seu discurso, nem por uma vez o antigo chefe de Estado referiu que as bases do Ensino superior no país foram lançadas em 1792, com a Real Academia de Artilharia, Fortificação e Desenho, instituição de ensino superior precursora da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que em 1808, quando a coroa portuguesa chegou ao Brasil, criou a Universidade de Medicina da Baía ou que os portugueses já não têm qualquer influência sobre o território brasileiro desde 1822…

 

Lula da Silva relembrou os espanhóis que durante a vigência dos seus mandatos triplicou os orçamentos para a educação, construiu 18 novas universidades federais, 173 novos “campus” no interior do Brasil e três vezes mais escolas técnicas do que últimos 100 anos.

 

Leya

2 Comentários

  1. Tuta Camargo
    17 Dezembro, 2015 às 2:11 — Responder

    Amado Portugal, o Brasil não tem como seu representante o lula, letra minúscula como suas atitudes.
    Peço desculpas aos de além-mar, minha Pátria de Sangue,
    pelas sandices que o ex, repito, ex-presidente de aquém-mar,
    tem feito e declarado, com sua língua solta,
    sobre o que ele abraça como hábito, crimes.
    O que ele diz ou faz não representa o meu pensamento e,
    tampouco, o dos brasileiros corretos, que não faz parte da classe política.

  2. 4 Abril, 2016 às 14:08 — Responder

    Tenho ORGULHO de ser brasileiro e portanto descendente de portugueses. Criticar nossos avós é absurdamente anti-nacionalista. Nós éramos Portugal, fomos capital do Reino Unido de Portugal Brasil e Algarves por anos e quando independentes fomos um Império continental, respeitado, considerado de primeiro mundo e à época estávamos rodeados de republiquetas de colonização hispânica comandadas por ditadores. Diferentemente do Lula qualquer asno com o mínimo de conhecimento histórico sabe que a bancarrota econômica e principalmente moral no Brasil se deu com a proclamação da república e com os sucessivos presidentes que nada fizeram pela nação em prol de se reeleger, assim como o próprio dito cujo. Espero portanto que a República caia no Brasil e que restauremos a nossa Monarquia Constitucional, sistema de governo esse adotado pela maioria absoluta dos países mais ricos e mais democráticos do mundo. Espero também que os nossos primos portugueses sigam o mesmo exemplo e que seja restaurado o glorioso reino que outrora fora esta ilustre e maravilhosa terra lusitana. Deus salve S.A.R Dom Duarte de Bragança, chefe da casa Real Portuguesa e seu primo S.A.I.R Dom Luiz de Orléans e Bragança, chefe da Casa Imperial do Brasil.

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.