MoçambiquePaísesPolíticaSociedade

Mia Couto escreve ao Presidente da África do Sul em defesa dos moçambicanos vítimas de xenofobia

(Imagem: Reprodução Publishing Perspectives)

 

Na sequência dos ataques xenófobos contra imigrantes, levados a cabo na África do Sul, que atingiram duramente a comunidade moçambicana residente no país, o escritor Mia Couto escreveu uma carta a Zacob Zuma, Presidente da República do país, enquanto Presidente da Fundação Fernando Leite Couto, insurgindo-se contra os mesmos.

Na carta aberta, pode ler-se a dura posição do autor contra os acontecimentos que se estão a viver na “rainbow nation” (nação do arco-íris, em português), ainda mais gravosos porque, como faz questão de recordar, o Presidente sul-africano já foi também ele um imigrante, quando esteve exilado em Moçambique, para fugir ao regime do apartheid.

Mia Couto crê que a desumanidade revelada por alguns sul-africanos, neste momento, está a manchar a boa imagem que o país construiu para si mesmo, e é um embaraço para a herança de valores deixados por Nélson Mandela.

Para ler a carta na íntegra clique AQUI.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.