MundoSustentabilidade

Na Costa Rica os zoos vão passar a ser coisa do passado

O Governo da Costa Rica anunciou que vai mandar fechar todos os jardins zoológicos do país e libertar os animais.

A aplicação da decisão não será imediata, uma vez que os parques e jardins zoológicos do país têm contratos públicos com o Estado, alguns que estão previstos vigorar até mais dez anos, mas é garantido que não serão renovados após este período.

O país que há bem pouco tempo aboliu a caça desportiva vai agora empenhar-se durante uma década em encontrar os melhores habitats, em qualquer parte do mundo, para colocar os animais que tem à sua guarda em cativeiro. O país está cada vez mais apostado em mostrar que respeita a natureza no seu estado primitivo.

René Castro, Ministro costa-riquenho do Ambiente, declarou que o país pretende “desmontar as jaulas e reforçar a ideia de interação com a biodiversidade em parques botânicos, de uma maneira natural” e acrescentou “Não queremos animais em cativeiros e encarcerados de modo algum, a não ser resgatá-los e protegê-los”.

Há uma salvaguarda na lei que permite que os animais que não estejam em plenas condições de sobreviver em ambientes naturais fiquem em instalações próprias de resgate e refúgio da vida selvagem.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.