BrasilCulturaSociedadeSustentabilidade

Neste matadouro de São Paulo as pessoas tomaram o lugar dos animais. Literalmente.

Hugo Fagundes é paulista, fotógrafo e pratica o veganismo, ou seja, abdicou de comer produtos que venham de animais e seus derivados, por respeito aos mesmos.

 

Foi esta corrente que inspirou um dos seus trabalhos mais recentes, uma produção intitulada Inversão Oculta. Nesta sessão fotográfica levada a cabo num matadouro, põe pessoas nuas em situações e lugares que associamos a animais de abate.

 

Veja aqui alguns exemplos destas fotografias poderosas, que pretendem pôr-nos a pensar sobre a forma correta de coexistir com a natureza.

 

(Imagem: Reprodução Hypeness)
(Imagem: Reprodução Hypeness)
(Imagem: Reprodução Hypeness)
(Imagem: Reprodução Hypeness)
(Imagem: Reprodução Hypeness) Foi esta corrente que inspirou um dos seus trabalhos mais recentes, uma produção intitulada Inversão Oculta. Nesta sessão fotográfica levada a cabo num matadouro, põe pessoas nuas em situações e lugares que associamos a animais de abate.
(Imagem: Reprodução Hypeness)
(Imagem: Reprodução Hypeness) Foi esta corrente que inspirou um dos seus trabalhos mais recentes, uma produção intitulada Inversão Oculta. Nesta sessão fotográfica levada a cabo num matadouro, põe pessoas nuas em situações e lugares que associamos a animais de abate. Veja aqui alguns exemplos destas fotografias poderosas, que pretendem pôr-nos a pensar sobre a forma correta de coexistir com a natureza.
(Imagem: Reprodução Hypeness)

Leya

 

1 Comentário

  1. 11 Outubro, 2017 às 14:55 — Responder

    O fotografo esta de parabens, parece que os modelos estão a caminho da morte, ficou bem realista.

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.