BrasilPolíticaPortugal

Operação Lava Jato prende em Lisboa suspeito de envolvimento em esquema de corrupção

Leya

 

A Operação Lava Jato deflagrou na madrugada desta segunda-feira, 21, sua primeira fase internacional em Lisboa, Portugal. A 25ª fase cumpre mandados de busca e apreensão e prisão preventiva de Raul Schmidt Felippe Junior.

 

Trata-se da primeira prisão no exterior de um integrante do esquema de corrupção da Petrobras.

 

Investigado por suspeita de pagamento de propina (suborno) aos ex-diretores da estatal Renato Duque, Jorge Zelada e Nestor Cerveró, Raul Schmidt Felippe Junior também foi alvo de busca e apreensão. Os três ex-diretores estão atualmente presos.

 

Raul Schmidt é brasileiro, mas possui também naturalidade portuguesa. Residente em Londres, mudou-se para Portugal após o início da operação Lava Jato, precisamente por causa da dupla nacionalidade.

 

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, Raul Schmidt Felippe Junior estava foragido desde julho de 2015, quando foi expedida a ordem de prisão, Seu nome foi incluído no alerta de difusão da Interpol em outubro do ano passado.

 

Os mandados, expedido pelas autoridades brasileiras, foram cumpridos pela Polícia Judiciária portuguesa e pelo Ministério Público local.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.