MoçambiquePolíticaSociedade

Presidente moçambicano quer uma CPLP mais actuante na área dos Direitos Humanos

Leya

 

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, desafiou no passado dia 16 de Fevereiro os Estados membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) a redobrarem esforços na identificação de soluções estruturantes e sustentáveis para a garantia dos direitos humanos.

 

Nyusi disse que os países membros da CPLP devem estar cientes de que a promoção e defesa dos direitos humanos é uma responsabilidade que se impõe a qualquer Estado comprometido com o bem-estar do seu povo e os países membros da comunidade não são uma excepção.

 

O Chefe de Estado moçambicano falava na abertura do Primeiro Seminário Internacional da Rede de Provedores de Justiça e Comissões Nacionais de Direitos Humanos da CPLP que decorreu em Maputo e visava reflectir “O papel dos Provedores de Justiça e Comissões Nacionais dos Direitos Humanos na garantia da boa governação”.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.