CulturaMoçambique

Rapper Dygo Boy fala de egoísmo na música moçambicana

Hugo Diogo Mendonça, também conhecido como Dygo Boy, é um jovem rapper e apresentador de TV moçambicano que sempre defendeu a cultura do Hip-Hop em Moçambique.

 

Com uma longa carreira, Hugo Diogo é apaixonado por música desde tenra idade, revelou em entrevista ao ​Kaymu & Amigos​. É também devido a esta sua paixão pelo Hip-Hop que surgiu o interesse pela área da comunicação. Após ter terminado o curso de Marketing Comercial na Universidade de Stellenbosch (Cape Town) e ter trabalhado quatro anos na Banca, decidiu seguir o seu sonho de ajudar a derrubar algumas portas para o desenvolvimento da música e cultura Moçambique.

 

Assim, entrou na rede de comunicação Miramar Moçambique em 2012, onde permanece até hoje como apresentador de um programa de entretenimento, um meeting point dos artistas do mundo da música com rubricas como entrevistas, apresentações musicais, videoclipes, agenda, entre outros é um dos mais vistos em Moçambique.

 

Vejo com bos olhos a evolução da área da comunicação, apesar de ainda existirem alguns obstáculos a serem ultrapassados, nomeadamente a concretização de objectivos colectivos em vez de obectivos particulares no seio da música moçambicana.
— Dygo Boy

 

Dygo Boy começou a carreira como MC, subindo aos palcos do tchova com rappers que no momento surgiam na praça. Em 2004 foi, a par do Bola de Prata, convidado pelo grupo de street rap B.O.C. (composto por Masta Bad, Carbono, 3H, Denny O.G, Dynomite) para integrar o grupo que se viria a chamar Magnezia, tendo iniciado uma carreira de sucesso no mundo do hip-hop moçambicano. A par das suas funções como apresentador televisivo, é também CEO da label Turma do Exagero Music.

 

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.