São Tomé e PríncipeSociedade

São Tomé e Príncipe tem 70% das crianças afectadas pela pobreza e falta de protecção social

Leya

 

Um relatório do Fundo das nações Unidas para Infância (Unicef) relata que mais de 70% das crianças são-tomenses são pobres. O estudo, realizado a cada cinco anos, analisa a situação das crianças, que representam cerca de 50% dos 187 mil habitantes do país.

 

O estudo relata que num país onde mais de 66% da população vive abaixo da linha da pobreza, a incidência da pobreza é ainda mais elevada nas crianças, que “apresentam maior vulnerabilidade relativamente à situação da protecção social” do que os adultos.

 

Segundo a representante adjunta da Unicef para São Tomé e Príncipe, Ainhoa Jaureguieitia este estudo revelou três aspectos que devem ser urgentemente combatidos: a proteção das crianças contra a violência (que abrange abuso sexual, negligência, abandono e trabalho infantil), o saneamento e a área da nutrição.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.