EconomiaMoçambique

Startup moçambicana vence competição internacional para tecnologias

Leya

 

A startup moçambicana UX foi a vencedora da Global Innovation Competition para tecnologias, cuja final teve lugar na capital do Ghana, Accra. A competição identificou as melhores tecnologias que se focam na participação pública e no engajamento cidadão em África e Ásia.

 

A UX participou no evento com a Mopa, uma plataforma de monitoria participativa na gestão de resíduos sólidos na cidade de Maputo, cuja fase piloto foi lançada em seis bairros de Maputo em Maio do ano passado. Com recurso a telemóveis, o Mopa permite identificar e reportar problemas relacionados com a gestão de lixo, tornando possível a intervenção pelos diversos actores (autoridades municipais, colectores privados de lixo e o cidadão). O Mopa foi desenvolvido pela UX para o Banco Mundial, tendo como parceiros o Conselho Municipal de Maputo e a organização Livaningo.

 

Na final da Global Innovation Competition as 15 empresas seleccionadas num conjunto de mais de 300 candidatas apresentaram os seus projectos em várias fases a um júri e uma assistência, tendo sido avaliadas pelos seus méritos para a expansão para outros mercados.

 

Em comunicado de imprensa publicado pela UX, Frederico Silva, Director Executivo da startup considera este prémio “de elevada importância para os planos de expansão e, sobretudo, o reconhecimento de que as tecnologias podem dar o seu contributo na mitigação dos problemas da urbanidade, como é o caso do Mopa”.

 

A Global Innovation Competition premiou os vencedores (um total de nove) com um valor total de 600 mil libras.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.