PolíticaUncategorized

Trabalhar com amigos cria ambiente mais feliz e produtivo, aponta estudo

A rede profissional LinkedIn fez uma pesquisa em 14 países (incluindo o Brasil) para mostrar a importância dos relacionamentos dentro das empresas. Em todos os países pesquisados, quase metade (46%) dos mais de 11,5 mil entrevistados acredita que amizades entre colegas os torna mais felizes e produtivos no trabalho. Um dos dados específicos sobre o Brasil mostra que no País os funcionários são mais ligados aos colegas de trabalho e 60% falam sobre questões familiares, enquanto três em cada dez mantêm contato com o chefe fora do ambiente de trabalho.

– As relações no trabalho estão sempre mudando e definindo tanto a dinâmica no escritório quanto o desenvolvimento individual. Isso significa que criar uma cultura que permeie as diferentes gerações, cargos e personalidades é um fator fundamental para construir um ambiente de trabalho bem-sucedido – diz a executiva de carreira do LinkedIn, Nicole Williams, no texto de apresentação do trabalho.

O levantamento Relacionamentos no Trabalho (Relationships @ Work) foi realizado em abril deste ano e avaliou o perfil profissional de duas gerações: os millennials – com idades entre 18 e 24 anos – e os baby boomers, que têm entre 55 e 65 anos. O resultado são diferenças surpreendentes no que se refere a amizades, crescimento e desempenho.

Segundo o estudo, 49% dos millennials são mais propensos a compartilhar detalhes pessoais, incluindo salário, com seus colegas, comparado com apenas um terço dos baby boomers.

Além disso, a maioria dos millennials (53%) está mais aberta a dividir conselhos sobre suas relações pessoais com companheiros do escritório, diferentemente dos baby boomers: apenas 23% se mostra confortável em compartilhar assuntos particulares com colegas de trabalho.

– Não estou sugerindo que todos nós comecemos a falar com nossos gerentes a qualquer hora sobre nossa mais recente paixão ou nova roupa favorita, mas isso indica que a nossa força de trabalho crescente quer ter mais de uma conexão. É muito mais fácil compartilhar comentários com alguém se você construiu uma relação sólida ou de amizade – diz Catherine Fisher, diretora de comunicações e relações públicas do LinkedIn, no blog da empresa.

Veja algumas curiosidades sobre o comportamento dos brasileiros no ambiente de trabalho:

– Os brasileiros são os mais propensos a falar com os seus colegas sobre questões familiares, com 60%

– Mais da metade (51,60%) dos entrevistados no Brasil adicionam o seu gerente nas redes sociais em comparação a apenas 15,20% no Reino Unido

– Quase três em cada dez (29%) dos entrevistados brasileiros mantêm contato com o seu gerente fora do horário de expediente para assuntos sem relação com o trabalho

– Mais da metade (54,90%) dos entrevistados no Brasil disseram ter confiado em um colega do trabalho em vez de um amigo ou parceiro sobre questões corporativas

– 36,30% dos pesquisados no país disse que 41% de seus amigos são atuais ou antigos colegas de trabalho, e 10% disse que os colegas de trabalho representam de 61% a 80% de suas amizades.

Veja mais detalhes sobre os resultados da pesquisa em infográfico (em inglês) abaixo:

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.