BrasilPaíses

Vítima de racismo na Rússia, jogador brasileiro reage com beijos à torcida

(Imagem: Reprodução)

O atacante Hulk foi o responsável pelo gol do empate do Zenit por 1 a 1 com o Torpedo Moscou, na capital russa, neste domingo. No entanto, o resultado acabou ficando em segundo plano, pois o jogador brasileiro foi vítima de racismo por parte dos torcedores rivais.

A torcida do Torpedo imitou sons de macaco nas arquibancadas, mas o camisa 7 não deixou barato: primeiro, levou a mão à orelha como se quisesse ouvir; depois, mandou beijos em direção aos fãs do time adversário.

Questionado sobre sua reação, Hulk lamentou a situação em entrevista após a partida:

– O que mais você pode fazer nessas situações além de apenas reagir com um sorriso? Se eu reagir aos fãs com respeito, então talvez eu consiga o mesmo de volta- disse.

 

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.