AngolaBrasilPaísesSão Tomé e PríncipeSaúde

A solução para combater a malária está escondida na Floresta Amazónica

(Imagem: Reprodução Fauna e Flora da Amazônia)

 

Apesar dos casos de sucesso que se vão registando, a malária continua a ser uma das doenças que causa mais transtornos em todo o continente africano e em alguns países lusófonos em particular.

No entanto, a busca por uma cura definitiva para a doença pode estar perto de chegar ao fim, e a solução escondia-se bem no coração do mundo. Ou melhor, no pulmão.

Investigadores do Laboratório de Princípios Ativos da Amazónia (Lapaam) conseguiram isolar seis substâncias capazes de matar os parasitas da malária, presentes em plantas apenas existentes naquela floresta tropical.

Apesar desta vitória, ainda não é possível determinar quando teremos um medicamento eficaz no combate e cura da maleita, até porque a resposta dependerá sempre do interesse que a indústria farmacêutica mostrae nestas novas descobertas, entretanto, já publicadas na prestigiada revista cientifica Antimicrobial Agents and Chemotherapy.

 

Leia mais:

>> Malária é a principal causa de morte em Angola

>> São Tomé e Príncipe é caso de sucesso no combate à Malária

>> O pulmão da terra está em dificuldades

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.