PolíticaTimor-Leste

Eleições legislativas: Xanana Gusmão volta a ser a figura central em Timor-Leste

A instabilidade política tem sido rotineiros nos últimos tempos em Timor-Leste, após uma eleição que foi um exemplo para o mundo, mas o impasse político, dado que o  Governo e oposição não entraram em um acordo, o parlamento foi dissolvido e eleições antecipadas convocadas.

 

Com este apoio eleitoral, a Aliança de Mudança para o Progresso (AMP), liderada pelos ex-presidentes Xanana Gusmão e Taur Matan Ruak venceu legislativas antecipadas em Timor-Leste com maioria absoluta. Em segundo lugar ficou a Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin), que liderou a coligação minoritária do anterior Governo.

 

O partido em questão obteve  34 dos 65 mandatos do Parlamento Nacional, o que lhe permite formar o VIII Governo constitucional sem necessitar de qualquer apoio adicional, estes resultados poderão conduzir a uma fase de maior estabilidade política naquele país lusófono do continente asiático.

 

Os resultados finais terão depois que ser confirmados pelo Tribunal de Recurso, o que se prevê ocorra até final de maio, devendo os deputados tomar posse em junho.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.