CulturaPortugalSociedade

Escritores lusófonos estão na grande Lisboa a motivar crianças e jovens para a leitura

Leya

 

Mais de duas dezenas de escritores e ilustradores lusófonos estão reunidos na Grande Lisboa desde o dia 13 de Março, concretamente em São Pedro do Estoril, e têm levado o afecto das suas obras e dos seus países de origem nas sessões de leitura e conversa aos alunos dos estabelecimentos de ensino dos vários concelhos da Grande Lisboa.

 

A iniciativa é enquadrada no âmbito do 3º Encontro de Literatura Infanto-Juvenil da Lusofonia, um evento que já vem ganhando protagonismo junto das crianças e da juventude, impulsionando assim o gosto pela leitura e a diversidade, focando na promoção do debate em torno da literatura para a infância e juventude e a circulação do livro e do autor no espaço da Lusofonia.

 

Brasil, Cabo Verde, Angola, Moçambique e Portugal são os países representados nesta edição cuja a sessão de abertura do ciclo de debates é presidida ex-Presidente da República Jorge Sampaio que lidera a Comissão de Honra da qual também fazem parte os escritores Pepetela (Angola), Mia Couto (Moçambique); António Torrado (Portugal) e Ana Maria Machado (Brasil).

 

Em entrevista ao jornal Publico, o escritor José Fanha não tem dúvidas: “A literatura infanto-juvenil é uma pedra fundamental na consolidação dessa maravilhosa construção que é a lusofonia.” Odair Varela é uma das vozes proeminentes da literatura infanto-juvenil cabo-verdiana, e está representando o país neste encontro promovido pela Fundação “O Século”.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.