AngolaBrasilCabo VerdeEconomiaGuiné-BissauMoçambiquePaísesPolíticaPortugalSão Tomé e PríncipeSociedadeTimor-Leste

Guia de Investimento: Saiba quais os melhores países lusófonos para investir e porquê

(Imagem: Reprodução Alex News)

 

A ELO – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Económico e Cooperação elaborou em conjunto com a CIP – Confederação Empresarial de Portugal um estudo onde avalia a  “lusofonia económica”, a forma como apelidou o conjunto de economias de todos os países de língua portuguesa, com excepção de Portugal.

O documento final, entregue ontem em mão ao Primeiro-Ministro português, foi pensado para facilitar a vida aos empresários portugueses que pretendem investir em países lusófonos (daí não ter incluído Portugal), mas não têm conhecimentos suficientes sobre as várias economias desses respectivos países. Ainda assim, não deixa de ser matéria de leitura muito interessante, quer para avaliar/comparar as oito economias estudadas, quer para empresários de qualquer um desses países que pretenda investir num qualquer outro país analisado.

O estudo foca-se na análise de cinco grandes áreas:  Investimento, Recursos Humanos, Propriedade, Transportes e Energia e responde a perguntas práticas como “Onde é mais fácil o acesso ao crédito?”, “Qual o país que tem menos burocracia?” ou ainda, “Qual o país com a melhor relação entre a qualidade/custo dos seus recursos humanos”, entre outras.

As respostas a estas e outras perguntas pode vê-las no diagrama em baixo, que mostra de forma resumida as conclusões do estudo em relação a todos os parâmetros analisados em todos os países.

(Imagem: Reprodução ELO)

 

Para saber saber mais leia AQUI o relatório final do estudo na íntegra.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.