CulturaSociedade

Morre Sergio Rodrigues, um dos maiores nomes do design no Brasil

(Imagem: Divulgação www.sergiorodrigues.com.br)

Faleceu na manhã desta segunda-feira (1/9), aos 86 anos, Sergio Rodrigues, um dos maiores nomes da criatividade brasileira.

De acordo com informações do site G1, a morte foi em casa, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, por insuficiência hepática. O designer já estava sendo submetido a tratamento por complicações no fígado, mas não resistiu.

Sergio teve o auge de sua carreira nos anos 1950, sendo responsável por colocar a criatividade brasileira sob os holofotes internacionais. Enquanto nomes como Oscar Niemeyer e Lucio Costa revolucionaram a arquitetura do país, Sergio, que também era arquiteto, dedicou-se aos interiores, criando móveis robustos de madeira que rompiam com as referências européias e criavam um design despojado e tipicamente brasileiro.

Poltrona Mole É assim a poltrona Mole, criada em 1957 e  ícone do design nacional. Feita em jacarandá e couro, foi exposta no Museu de Arte Moderna de Nova York e venceu em 1961 o Concurso Internacional do Móvel de Cantù, na Itália, dando início à fama internacional do designer e arquiteto.

Criada a pedido do fotógrafo Otto Stupakoff, a peça não foi bem recebida inicialmente, pois sua constituição robusta ia conta o padrão estético vigente:

“Eu tinha acabado de criar a loja Oca quando fiz a poltrona Mole, e ela só foi vendida depois de um ano na vitrine”, revelou o designer em entrevista concedida à revista Casa Vogue.

Foi somente após o prêmio na Itália que a poltrona – cuja informalidade amigável representa fielmente o jeito carioca de ser – ganhou espaço no mercado.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.