AngolaBrasilCabo VerdeGuiné-BissauMoçambiquePolíticaPortugalSão Tomé e PríncipeTimor-Leste

República Checa poderá ser admitida como membro observador da CPLP em Julho

Leya

 

O governo de Praga confirmou o interesse do país em uma aproximação mais significativa e participativa na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Para tal, foi requerido oficialmente a atribuição do estatuto de observador da CPLP.

 

O interesse pelo mundo lusófono foi o que motivou o país a querer adquirir o estatuto de observador na CPLP,da qual reconhecem crescente importância, no intuito de aprofundar as parcerias com países de expressão portuguesa. A iniciativa é justificada pela presença da língua portuguesa em diversas instituições de ensino no país – segundo o Observador, na República Checa, o número de instituições a ensinar português passou de três para 13 nos últimos dez anos.

 

Segundo os trâmites formais e de acordo com os estatutos da organização, o Secretariado Executivo, após apreciação pelo Comité de Concertação Permanente, encaminhará a solicitação para o Conselho de Ministros, o qual recomendará a decisão final a ser tomada pela Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da organização, prevista para Julho em Brasília (Brasil).

 

Ao ser efectivado o seu pedido, o país enquanto membro observador associado beneficiará dessa qualidade a título permanente e poderá participar, sem direito a voto, nas Cimeiras de Chefes de Estado e de Governo, bem como no Conselho de Ministros, sendo-lhe facultado o acesso à correspondente documentação não confidencial, podendo ainda apresentar comunicações, desde que devidamente autorizado.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.