DestaqueGastronomiaTimor-Leste

Saiba como fazer a deliciosa bebinca de Timor

3 min

A bebinca de Timor é uma sobremesa típica da região, que enche a mesa (e o estômago!) dos mais gulosos. É resultado de algumas misturas — e não estamos apenas a falar dos ingredientes. A gastronomia da região nasce, muitas vezes, do cruzamento entre o continente asiático, onde se localiza, e outras influências: africanas e portuguesas, por exemplo. A Índia e a China, especificamente, também ocupam lugar cativo na inspiração dos pratos timorenses.

 

A bebinca não se faz exclusivamente em Timor ou em Timor-Leste. Há versões desta sobremesa feitas nas Filipinas e em Goa. No entanto, o toque timorense é especial neste doce, tão simples de fazer e tão saboroso para o paladar. Não só guarda uma versão que toma o nome do país, como prima pela simplicidade dos produtos utilizados.

 

O resultado final é uma espécie de pudim de cor creme, erguido em camadas cujos tons oscilam entre o mais claro e o mais escuro, dependendo do tempo e aspeto da cozedura de cada uma destas. Não se esqueça, porém, que há outros ingredientes, menos tradicionais na receita original, que podem ser acrescentados e que pode preferir. Não tenha receio de arriscar e adicione os sabores que mais gosta. Deixamos algumas sugestões no final.

 

Ingredientes

— 250 gramas (g) de farinha;

 

— 250 g de açúcar;

 

— 12 gemas;

 

— Seis decilitros de leite de coco;

 

— Três colheres (de sopa) de manteiga derretida.

 

À lista de ingredientes, junta-se também a manteiga para untar e a farinha para polvilhar.

 

Preparação, passo a passo

A receita da deliciosa bebinca de Timor é simples nos seus ingredientes e na sua execução. Vejamos cada um dos procedimentos:

 

— Misture o açúcar com as gemas e bata tudo muito bem, até o volume do preparado aumentar. Adicione o leite de coco enquanto continua a bater e, depois, a farinha. Bata novamente toda a mistura e acrescente a manteiga derretida. Não pare de bater até que o preparado fique homogéneo.

 

— Unte uma forma lisa e redonda com manteiga; coloque bastante no fundo e leve ao forno a 180. °C., depois de pré-aquecido.

— Remova a forma do forno e verta o preparado até que o fundo fique coberto. Por cima, polvilhe açúcar e, depois, leve ao forno até ficar bem cozido — sem queimar.

 

— Retire novamente a forma do forno e polvilhe mais açúcar no bolo cozido. De seguida, verta mais uma camada do preparado na forma e coloque no forno. Repita o processo até obter sete camadas. Se preferir, reduza para cinco ou seis camadas.

 

Pode, também, adicionar alguns ingredientes à receita, que casem bem com os restantes sabores, de acordo com aquilo que o seu paladar preferir. Noz-moscada, baunilha, raspas de coco, canela, cardamomo, caju, noz ou amêndoas laminadas são algumas das sugestões extra que poderão ter sucesso nesta sobremesa.

 

No final, desenforme e sirva morno ou frio, cortado em triângulos. Talvez esta sobremesa timorense surpreenda os seus amigos e a sua família numa reunião especial. Ou, então, vai ajudar a quebrar a sua rotina gastronómica e fazer da sua refeição um momento mais saboroso. Aproveite e bom apetite! 

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.