BrasilGuiné-EquatorialPolíticaSociedade

Vice-presidente da Guiné Equatorial detido no Brasil com malas de dinheiro e jóias milionárias

O Vice-Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Mangue, também conhecido por Teodorín, é o filho mais velho do Presidente em exercício, Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, que governa o país desde 1979. Teodorín e sua comitiva com cerca de 10 pessoas chegaram ao Brasil em avião particular, um Boeing 777, no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, São Paulo.

 

Teodoro Obiang Mangue (à direita) e seu pai (à esquerda). (Imagem: Reprodução This is Africa)

 

Apesar de o Vice-Presidente ter imunidade diplomática pelo cargo que ocupa, sua comitiva não estava em missão diplomática e, por isso, foi submetida à inspeção habitual de passageiros, que acabou por revelar malas com uma fortuna em dinheiro e relógios de luxo não declarados às autoridades brasileiras.

 

A Polícia Federal apreendeu mais de um milhão de euros em espécie, milhares de reais e relógios avaliados em mais de treze milhões de euros. O inquérito corre em sigilo diplomático via Itamaraty.

 

Leminio Akuben Mba Mikue – Segundo Secretário da Embaixada da Guiné Equatorial no Brasil – alegou às autoridades que os relógios são de uso particular do Vice-Presidente e o dinheiro tinha como destino uma missão diplomática em Singapura, destino seguinte da comitiva. O Secretário, contudo, não soube precisar que missão seria essa. A assessoria alegou ainda que Teodoro Obiang está no Brasil por motivos médicos.

 

(Imagem: Divulgação)

 

Teodorín tem um histórico de problemas com a justiça em diversos países. Em 2012, o Vice-Presidente foi alvo de um mandado de captura emitido pela justiça francesa após faltar a sucessivas audiências num processo que o investiga por suposto branqueamento de capitais e desvio de fundos públicos estrangeiros. Seu advogado, Emmanuel Marsigny, na altura alegou que, por Obiang ter imunidade diplomática enquanto Vice-Presidente, não poderia aceitar convocatórias dessa natureza.

 

Não é a primeira vez que Teodoro Obiang Mangue vem ao Brasil. Em 2015, por exemplo, ele esteve nos camarotes do carnaval carioca, na Marquês de Sapucaí, para assistir à homenagem da Escola de Samba Beija-Flor à Guine Equatorial.

 

(Imagem: Reprodução Blogromulolima)

 

Atualização (17/09/2018): Segundo a Polícia Federal, Obiang e sua comitiva saíram do país no último Domingo (16/9) sem os valores apreendidos. Foi aberto procedimento administrativo para leiloar os bens.

 

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.