AngolaPaíses

Angola está perto de ter o seu primeiro representante na NBA

(Imagem: Reprodução NBA)

 

A seleção angolana de basquetebol está na fase de preparação para mais um Afro Basket, prova de que é detentora, mas o país pode ter motivos para celebrar antecipadamente.

Yanick Moreira, jogador internacional angolano que ainda no verão do ano passado disputou o mundial da modalidade, ainda não se juntou aos seus companheiros, por estar a prestar provas nos Los Angeles Clippers.

Yanick Moreira junto de George W. Bush, o anterior Presidente dos Estados Unidos da América (Imagem: Reprodução Twitter)

 

O atleta que representa os Southern Methodists Mustangs (SMU), a equipa de basquetebol de uma universidade metodista de Dallas, no Texas, onde registou este ano médias de 11,1 pontos, 6,4 ressaltos e 1,2 blocos por jogo, fez parte do plantel que os Clippers apresentaram para disputar a Summer League, a liga de verão da NBA, em Orlando, na Florida e terminou os cinco jogos com números bastantes interessantes, 9,5 pontos, 5,6 ressaltos e 2,6 blocos por jogo (apesar do recorde negativo da equipa de 1 vitória e 4 derrotas), tendo suscitado o interesse da equipa técnica de Doc Rivers em dar-lhe mais oportunidades para continuar a evoluir junto do plantel californiano, tendo inclusivamente assinado um contrato “parcialmente garantido”.

O possante poste de 2,11 metros impressiona pela presença física com que preenche o garrafão e pela forma excelente como protege o cesto.

 

Leia mais:

>>> Cabo Verde terá o seu primeiro representante na NBA

>>> Título da NBA teve mão de um brasileiro

>>> Basquetebolista moçambicana brilha nos Estados Unidos

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.