AngolaSociedade

Rússia restabelece contato com satélite angolano

Segundo as noticias divulgadas , o satélite angolano tinha perdido o sinal embora as autoridades angolanas tivessem negado o ocorrido. A empresa espacial russa responsável pela construção do dispositivo num comunicado anunciaram  ter recebido os dados da telemetria do Angosat, confirmando que o satélite está sob controlo.

 

O primeiro satélite angolano, o Angosat, um investimento do Estado angolano de 320 milhões de dólares (269,6 milhões de euros), foi lançado (25.12.2017) no Cazaquistão, e comemorado em Luanda com fogo-de-artifício.

 

 

Angola torna-se assim no sétimo país africano, ao lado da Argélia, África do Sul, Egipto, Marrocos, Nigéria e Tunísia, com um satélite de comunicações em órbita, que a partir de hoje entra em período de teste até Março, aproximadamente.

 

 

O AngoSat-1 vai garantir a utilização comercial para serviços de telecomunicações nacionais e internacionais, fazendo parte de um projecto russo-angolano iniciado em 2009. O satélite teve sua construção iniciada em fins de 2013, mas teve seu lançamento várias vezes adiado.

 

 

O satélite angolano foi projectado para uma missão de 15 anos, que consistirá no fornecimento de internet de alta velocidade e transmissões de rádio, televisão e outras comunicações para toda a África e partes da Europa.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.