BrasilPolítica

Lula da Silva pode ser nomeado ministro do governo Dilma Rousseff

Leya

 

O que parecia impensável, aconteceu!

 

Lula da Silva, o anterior Presidente do Brasil, que está a ser investigado por suspeitas de corrupção, aceitou integrar o governo de Dilma Rousseff, manobra que pode garantir-lhe o chamado “foro privilegiado”. O foro privilegiado garante tratamentos diferentes a réus de processos, a depender da importância do cargo da pessoa que é alvo de investigação e do tipo de infração a ser julgada. Crimes comuns ou de responsabilidade têm procedimentos diferenciados, por exemplo.

 

Embora os rumores sobre este volte face neste caso, já há muito se suspeitassem, só agora o Jornal Globo veio confirmar este verdadeiro golpe palaciano.

 

Recorde-se que o Ministério Público de São Paulo tinha requerido a semana passada a prisão preventiva de Lula da Silva, no âmbito da investigação do processo Lava Jato.

 

Quanto ao novo cargo que vai ocupar, segundo O Estadão, o antigo Presidente irá liderar um super-ministério, que terá ao seu cuidado a recuperação da economia e a articulação política e diplomática, de forma a travar o processo de impeachment que pende sobre a Presidente do país, Dilma Rousseff.

 

Para conseguir levar isto a cabo Lula terá exigido uma mudança drástica no rumo da governação, com privilégio para a reconquista da confiança dos sindicatos e dos movimentos sociais, e um recuo nos ajustes económicos que têm vindo a ser feitos.


 

ERRAMOS:
16/3/2016, 10h – Diferentemente do informado no título deste artigo, o ex-presidente Lula não foi nomeado como ministro. O texto original foi corrigido.

2 Comentários

  1. António Neves
    15 Março, 2016 às 23:16 — Responder

    Aceitou integrar… nomeado… em que ficamos?
    O senhor deve ter um canal próprio de notícias… nem a “amiguinha” [sua] Globo o disse.

  2. António Neves
    15 Março, 2016 às 23:32 — Responder

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.