CulturaPaísesPortugalTurismo

São mais de mil, mas este site americano decidiu compilar 31 razões para se viver em Lisboa

Como em tudo nesta vida é tudo uma questão de perspetiva e de gosto. O site americano Global Post destacou 31 motivos para se visitar Lisboa. Porquê 31? Porque eles assim o quiseram. Nós sabemos muitos mais, mas estes 31, para começar, não estão nada maus.

 

1

(xlibber/Flickr Commons)
(xlibber/Flickr Commons)

Tem o melhor clima da Europa.

 

2

(Flickr Commons)
(Flickr Commons)

A qualidade da cervejaria Ramiro.

 

3

(Laura/Flickr Commons)
(Laura/Flickr Commons)

A praia fica apenas a 20 minutos do centro da cidade.

 

4

(Álvaro/Flickr Commons)
(Álvaro/Flickr Commons)

O melhor eléctrico do mundo, conhecido pelos locais simplesmente como “o 28”.

 

5

(F Mira/Flickr Commons)
(F Mira/Flickr Commons)

O Rio Tejo é tão extenso como alguns mares.

 

6

(Javier & Lo que pasa/Flickr Commons)
(Javier & Lo que pasa/Flickr Commons)

É a capital europeia mais próxima de África e da América Latina. E não só no sentido geográfico.

 

7

(Alessandra Kocman/Flickr Commons)
(Alessandra Kocman/Flickr Commons)

A vista das sete colinas de Lisboa, com a qual nem Roma consegue competir.

 

8

(Pedro Moura Pinheiro/Flickr Commons)
(Pedro Moura Pinheiro/Flickr Commons)

O LX Factory e toda a vida nocturna.

 

9

(rudi.mentair/Flickr Commons)
(rudi.mentair/Flickr Commons)

As ruelas dos bairros típicos.

 

10

(Céline Aussourd/Flickr Commons)
(Céline Aussourd/Flickr Commons)

O futebol. A maior religião da cidade.

 

11

(jgbarah/Flickr Commons)
(jgbarah/Flickr Commons)

Tem a melhor bica do mundo.

 

12

(ISCTE-IUL - Instituto Universitário de Lisboa/Flickr Commons)
(ISCTE-IUL – Instituto Universitário de Lisboa/Flickr Commons)

É um dos maiores pólos culturais da Europa.

 

13

(Christine Zenino/Flickr Commons)
(Christine Zenino/Flickr Commons)

A ginginha que se pode beber em qualquer canto da cidade.

 

14

(Francisco Morais/Flickr Commons)
(Francisco Morais/Flickr Commons)

As touradas sem a morte do touro na arena.

 

15

(Lee Cannon/Flickr Commons)
(Lee Cannon/Flickr Commons)

A Lisboa reconstruida.

 

16

(Sue Kellerman/Flickr Commons)
(Sue Kellerman/Flickr Commons)

Come-se muito, muito bem e barato.

 

17

(Jørgen Schyberg/Flickr Commons)
(Jørgen Schyberg/Flickr Commons)

O Fado.

 

18

(Ana Guzzo/Flickr Commons)
(Ana Guzzo/Flickr Commons)

Um dos melhores aquários do mundo, o Oceanário.

 

19

(gorgeoux/Flickr Commons)
(gorgeoux/Flickr Commons)

Os Pastéis de Belém (e mesmo os de nata).

 

20

(O Palsson/Flickr Commons)
(O Palsson/Flickr Commons)

As cores da cidade.

 

21

(VisitPortugal/Flickr Commons)
(VisitPortugal/Flickr Commons)

A não dobragem de filmes.

 

22

(nexxo/Flickr Commons)
(nexxo/Flickr Commons)

Percorrer as ruas da capital portuguesa por vezes pode parecer uma viagem no tempo.

 

23

(la vie est ailleurs.../Flickr Commons)
(la vie est ailleurs…/Flickr Commons)

Porque quando cheira bem “cheira a Lisboa” (menos quando cheira mal).

 

24

(ken yee/Flickr Commons)
(ken yee/Flickr Commons)

Os inúmeros bares espalhados por toda a cidade.

 

25

(Thomas Claveirole/Flickr Commons)
(Thomas Claveirole/Flickr Commons)

O novo Chiado.

 

26

(Kake/Flickr Commons)
(Kake/Flickr Commons)

A diversidade cultural da metrópole.

 

27

(Pedro Szekely/Flickr Commons)
(Pedro Szekely/Flickr Commons)

Sintra (não é bem Lisboa, mas vamos fechar os olhos, sim?).

 

28

(Ian Lloyd/Flickr Commons)
(Ian Lloyd/Flickr Commons)

Os mercados tradicionais.

 

29

(Paulo Guerra/Flickr Commons)
(Paulo Guerra/Flickr Commons)

Os jardins.

 

30

(Max Bashirov/Flickr Commons)
(Max Bashirov/Flickr Commons)

As gelatarias.

 

31

(xpgomes9/Flickr Commons)
(xpgomes9/Flickr Commons)

Os costumes, profissões e tradições típicas da cidade e já quase extintas em várias partes do mundo.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.