BrasilCulturaPaísesPortugal

Fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado tem sua mais aclamada exposição em Lisboa

(Imagem: Reprodução Photo This & That)

Último grande trabalho fotográfico de Sebastião Salgado, Gênesis foi realizada ao longo de quase uma década, e é uma homenagem do fotógrafo à natureza e, simultaneamente, um alerta para a fragilidade da Terra.

Segundo informações do jornal Público, desde que foi inaugurada em abril de 2013, no The Natural History Museum, em Londres, Gênesis já foi vista por quase dois milhões de pessoas (só em São Paulo, no Brasil, chegou aos 410 mil visitantes).

A exposição é composta de cerca de 250 imagens e é dedicada à natureza. Foi inaugurada em 2013 no Museu de História Natural de Londres, já passou pelo Brasil e encontra-se agora em itinerância.

Para além da exposição, o projeto deu origem a um livro (Editora Taschen) e a um documentário, “O Sal da Terra“, realizado por Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado (filho de Sebastião), que foi indicado ao Oscar de melhor Documentário e já está nas salas de cinema portuguesas.

E, se nenhuma das informações acima foi suficiente para convencê-lo a visitar a exposição, que está desde sexta-feira em Lisboa, as imagens abaixo certamente farão este trabalho.

(Imagem: Reprodução snpcultura.org)
(Imagem: Reprodução snpcultura.org)
(Imagem: Reprodução snpcultura.org)
(Imagem: Reprodução snpcultura.org)
(Imagem: Reprodução snpcultura.org)
(Imagem: Reprodução snpcultura.org)
(Imagem: Reprodução snpcultura.org)
(Imagem: Reprodução snpcultura.org)

Gênesis está na Cordoaria Nacional até 2 de agosto e pode ser visitada de domingo a quinta-feira, entre as 10 e as 19 horas, e à sexta-feira e ao sábado, entre as 10 e as 21h. A entrada custa 5 euros.

Sem comentários

Deixe-nos a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.